Especial Semana Santa – Dia #5 – O JULGAMENTO DE JESUS

ATENÇÃO: Após ler esse texto, retorne ao messenger e envie-nos um AMÉM.

Olá meu irmão, minha irmã. Chegamos no quinto dia do nosso Especial Semana Santa, aqui no site Belas Palavras.

Quanto mais os dias passam, mais perto chegamos da marcante crucificação de Nosso Senhor Jesus Cristo e sua ressurreição.

Porém, é impossível falar sobre este fato sem antes relembrar o julgamento que levou Jesus a crucificação e as humilhações que ele passou antes de sua dolorosa morte, por nós.

No artigo de hoje você relembrará o julgamento de Jesus Cristo perante Pilatos e todo o trajeto de dor e sofrimento que teve antes de morrer na cruz, para nossa salvação.

Leia com atenção o texto abaixo e se você gostar compartilhe em grupos de Facebook e Whatsapp usando os botões disponíveis no topo e no final da página.

Aproveite a leitura!

O segundo dia da semana Santa é marcado pela caminhada de JESUS até o calvário após o seu julgamento.

Neste dia o Nosso Senhor JESUS CRISTO percorreu seu trajeto carregando em suas costas uma cruz, passando pela cidade velha de Jerusalém, desde a fortaleza Antónia, até o Santo Sepulcro.

Jesus nos amou de tal forma que suportou os piores castigos e humilhações para nos salvar, sua caminhada até a crucificação é marcada por castigos, ofensas, xingamentos e toda a ira que cabia dentro de seus inimigos.

A começar pelo seu julgamento, feito de maneira injusta e sem defesa, Jesus Cristo sofre as piores traições e humilhações que um no homem poderia suportar.

Quando perguntado se ele era o Messias, o rei de Israel filho de Deus, Jesus responde que sim, e se nega a renegar o seu pai.

Jesus não havia cometido crime algum, foi julgado de maneira injusta pela lei judaica e pela lei romana.

Seu crime foi despertar a inveja nos mais poderosos, que temiam sua crescente popularidade, e tinham medo do homem que realizava milagres e atraia multidões por onde passava.

Nesta noite Jesus foi levado ao sinédrio, uma espécie de assembléia religiosa daquele tempo, lá foi julgado, acusado de crime religioso.

Porém, naquela época, comandada por homens poderosos, o mal da corrupção já estava enraizado.

Esta assembléia de julgamentos condenava homens inocentes e ali, os desafetos dos poderosos eram punidos. E desta mesma forma Jesus foi condenado por acusações que todos sabiam ser falsas.

A condenação de Jesus diante de todos os testemunhos falsos se deu inconsistente.

Então para lavrar o veredicto, Jesus foi perguntado se ele era o filho de Deus, com sua resposta afirmativa, Jesus então foi condenado por blasfêmia no primeiro julgamento feito no sinédrio.

No dia seguinte, em busca de sua condenação a morte, Jesus foi levado a Pilatos, este era o detentor do maior poder na época, o então governador de Roma, e o homem que poderia condenar Jesus a morte.

Porém Pilatos não havia encontrado motivos para condenar Jesus, pois ao ser levado até ele, Jesus passou a ficar em silencio, não respondendo mais a nenhuma pergunta feita por Pilatos.

Este então decidiu levá-lo até Herodes, então governador da Galileia, contudo Herodes também não via culpa em Jesus, e novamente passou a responsabilidade para Pilatos.

Pilatos, porém, sempre que interrogava Jesus, só tinha seu silêncio como resposta, o que o deixava impressionado. Pois muitas eram as acusações e Jesus não se defendia delas.

Então ele teve uma ideia, naquele período era comum o perdão e a libertação de um preso, Pilatos então tentou dar este benefício a Jesus, mas a multidão não aceitava, eles queriam a condenação de Jesus.

Estava claro que a motivação não era julgá-lo, mas sim condená-lo a qualquer custo, sem ter cometido nenhum tipo de pecado.

Então Pilatos lavou as suas mãos, o perdão foi dado a um bandido chamado Barrabás, e Jesus Cristo condenado a morte por crucificação.

A partir dali então começava o escárnio do Nosso Salvador. Os soldados quiseram zombar de Jesus por ter passado por Jerusalém como filho de Deus.

Despiram Jesus e mandaram que o vestissem com uma capa vermelha, e o coroaram rei, com uma coroa de espinhos.

Passaram a fazer reverencia e a debochar, zombaram, cuspiram, o açoitaram e demonstraram todo o seu desprezo.

Jesus foi obrigado a carregar durante todo o trajeto até sua morte um madeiro em forma de cruz, de cerca de cinquenta quilos.

Todo o caminho foi marcado por sofrimento, porém, apesar dos que traíram Jesus, havia ali ainda os que permaneciam e choravam ao ver seu Salvador passar por todo aquele sofrimento e humilhação.

Mesmo sofrendo Jesus ainda pensava naqueles que sofriam por ti e tentava lhes consolar:

“Filhas de Jerusalém não chorem por mim, chorais antes por vós mesmas e por vossos filhos! Porque dias virão em que se dirá: bem-aventuradas as estéreis, que não geraram, nem amamentaram. Nesses dias, dirão aos montes: cai sobre nós! E aos outeiros: cobri-nos!”

REFLEXÃO

Quantas vezes nós, fieis adoradores do senhor, tentamos reviver tudo que o nosso senhor JESUS enfrentou por nos, para nos salvar?

Não digo simplesmente ir até a igreja, participar das celebrações, atuar nas encenações da época de Páscoa, depois voltar para os nossos lares e descansarmos.

Tentar de fato, imaginar o tamanho de seu sofrimento, Jesus fez isso por nós sem pelo menos mereceremos.

Mas para muitos, isto não foi suficiente. Quando estiver dentro de sua casa protegido, coberto e alimentado, e pensar em reclamar de pequenos problemas, pegue sua Bíblia e passe por todos os livros que retratam a morte e sofrimento de Jesus.

Nunca duvide do quanto Ele nos ama, Ele foi crucificado para que nos fossemos poupados.

Seu amor por nós foi incondicional, então não espere que o tempo de voltar para o seu convívio cesse, faça isso o quanto antes, volte a viver na comunhão com a igreja.

E espalhe por todos os cantos por onde for o quanto ele nos amou e sofreu por nós, e traga quantos puder para viver ao seu lado, dando continuidade assim a Sua obra.

Amanhã iremos falar sobre a crucificação de Nosso Senhor Jesus Cristo, explicando um pouco melhor como fora aquele dia triste e marcante na história da humanidade.

Fique de olho no seu Messenger para receber o texto de amanhã.

AJUDE  A ESPALHAR A PALAVRA DE DEUS: ENVIE ESTE TEXTO PARA AS PESSOAS QUE VOCÊ AMA E QUE VOCÊ GOSTARIA QUE LESSEM ESTAS PALAVRAS. PARA COMPARTILHAR, BASTA CLICAR NO BOTÃO ACIMA, ESCOLHENDO ENTRE AS OPÇÕES DE COMPARTILHAR NO FACEBOOK, NO MESSENGER OU NO WHATSAPP. É SIMPLES E RÁPIDO.

24 Comments

  1. Irma Miranda
  2. Maria Ferreira de Souza
  3. Nelsi Batistti
  4. Aldir Maria da Costa
  5. Aparecida Maria das Graças
    • Lucia Rodrigues Pereira
  6. LUCIANA DA SILVA MARTINS
  7. Elza Maria da Cruz...
  8. Elza Maria da Cruz...
  9. Elza Maria da Cruz...
  10. Elza Maria da Cruz...
  11. Elza Maria da Cruz...
  12. mariza medeiros
  13. Mônica
    • Rita Oliveira
  14. Arlete da Silva santos pereira
  15. Francisca Oliveira
  16. Maria Paula
  17. Antônia Alsioni Silva Leitão
  18. Raimunda Carneiro Pinheiro
  19. Saramela Sileisa

Reply