Mãos Vazias

Leitura Bíblica: Levítico 23:16-22
…porém não aparecerá de mãos vazias perante o SENHOR. (Deuteronômio. 16:16)

Quando as primeiras espigas verdes de cevada se formavam na primavera, em Israel, os trabalhadores amarravam uma fita em cada haste que florescia, para separá-las das não maduras. Quando a haste estava madura, era colhida e levada ao templo, em Jerusalém. Deus havia ordenado que ao virem para a festa não deveriam apresentar-se de mãos vazias (Deuteronômio 16:16).

Os judeus comemoram o Dia das Primícias. E, embora a maioria dos cristãos não se lembre deste feriado judaico, ele é bom para nos perguntarmos: “O que tenho para dar ao Senhor?’ Afligimos-nos ao pensar no que devemos fazer para agradar ao Senhor, e não nos apresentarmos de mãos vazias. Estamos tão ocupados fazendo coisas para agradar o Senhor que nos esquecemos de descansar no que Cristo já realizou por nós.

Paulo se refere ao Messias ressuscitado como “as primícias” (1 Coríntios 15:20). Isto significa que Jesus foi adiante de nós e está na presença de Deus, para satisfazer a oferta que é exigida de nós.

Os cristãos também são chamados de primícias: “Pois, segundo o seu querer, ele nos gerou pela palavra da verdade, para que fôssemos como que primícias das suas criaturas” (TIAGO 1:18).

Como Jesus é a nossa “primícia”, temos um valor infinito e nunca nos apresentaremos diante dele de mãos vazias.

  • Jesus, o que queres que eu faça?

Quando você se entrega a Deus, todas as suas outras doações se tornam algo natural.

Deixe um comentário