Cinco Cs ou G e B

Leitura Bíblica: Provérbios 30:7-9
…o Senhor dá graça e glória; nenhum bem sonega aos que andam retamente. (Salmo 84:11)

Em determinada época, os jovens de Singapura desejavam ter os cinco Cs: Conta (bancária, dinheiro); Carreira para o futuro; Carro para dirigir; Condomínio onde morar; Cartão de crédito para levar nas viagens.

Uma reportagem recente de jornal indica que agora há uma versão atualizada dos cinco Cs: interConectividade, para estar sintonizado; esColhas (quanto mais melhor); audáCia, para fazer as coisas à própria maneira; boas Causas, porque está na moda ser solidário; bons Consumidores, que gastam primeiro e pagam mais tarde.

Em lugar desses cinco Cs, Agur, que escreveu o livro de Provérbios 30, pediu a Deus graça e bondade divinas. Buscou a graça de Deus para manter longe dele a falsidade e a mentira (v.8). Ele não queria cair na armadilha de crer que os princípios, as práticas e os sentimentos corruptos são aceitáveis.

Agur também pediu pela bondade de Deus, para que lhe desse o que necessitava — nem mais nem menos (w.8,9). Agur estava preocupado que a pobreza o levasse a se tornar cobiçoso e então viesse a desonrar o nome de Deus. Mas também compreendeu como as riquezas poderiam torná-lo presunçoso e levá-lo a negar o Senhor.

O que você mais deseja? A satisfação temporária dos cinco Cs ou as recompensas da graça e da bondade de Deus?

  • O seu desejo de honrar o nome de Deus está acima de tudo?

A graça de Deus é o amor infinito que se expressa por meio da Sua bondade infinita.

Deixe um comentário